sexta-feira, 6 de novembro de 2015

A fé que foi dada aos santos

A fé que foi dada aos santos 
  
 
   “Amados, procurando eu escrever-vos com toda a diligência acerca da salvação comum, tive por necessidade escrever-vos, e exortar-vos a batalhar pela fé que uma vez foi dada aos santos.” 
(Judas 1:3) 
  
    Judas em sua pequena epístola, de apenas um capítulo, se preocupa em nos escrever sobre um assunto vital a todos nós cristãos, a fé que uma vez nos foi dada. A fé é vital porque só ela nos da acesso à graça salvadora (Efésios 2:8) e sem ela é impossível agradar a Deus (Hebreus 11:6). 
   Note que Judas enfatiza que a fé nos foi dada, ou seja, a fé também é um presente, uma dádiva do Senhor: “Porque Deus é o que opera em vós tanto o querer como o efetuar, segundo a sua boa vontade.” (Filipenses 2:13). Percebemos então que tudo vem Dele, até a ponte que nos conduz a sua graça. Bem-aventurados são os que não rejeitam este formidável presente! 
   Logo no verso quatro, Judas releva o porquê da necessidade de nos escrever sobre a fé: “Porque se introduziram alguns, que já antes estavam escritos para este mesmo juízo, homens ímpios, que convertem em dissolução a graça de Deus, e negam a Deus, único dominador e Senhor nosso, Jesus Cristo.” (Judas 1:4). O inimigo está arregimentando soldados seus, com o objetivo de perverter a fé dos santos, com o objetivo de tornar “em dissolução a graça de Deus”. Estes são os que pregam doutrinas e filosofias mentirosas para desviar os homens da verdade do Evangelho. Ou pior ainda, são também aqueles que criam, através de seus ensinos destorcidos, um evangelho mentiroso e estão introduzidos na igreja mas vivendo descompromissados com a vontade de Deus e ensinando outros a proceder da mesma forma. 
   A orientação para nós é bem clara, devemos “batalhar pela fé”. Paulo chegando ao final de sua vida disse: “Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé.” (2 Timóteo 4:7). O Senhor Jesus nos preveniu que alguém busca roubar a nossa coroa (Apocalipse 3:11), e isto o inimigo faz atacando a nossa fé. 
   Não é interessante que o Espírito Santo tenha levado a Judas a nos exortar a “batalhar pela fé” quando ele intentava nos escrever sobre a “salvação comum”. Porque na verdade, se não conservarmos a fé chegaremos ao naufrágio espiritual e a nossa salvação, a salvação que custou tão caro ao Senhor Jesus morrendo na cruz por nós, estará em risco: “Conservando a fé, e a boa consciência, a qual alguns, rejeitando, fizeram naufrágio na fé.” (1 Timóteo 1:19). 
   Agora que somos conhecedores da exortação de Judas para batalharmos pela nossa fé estaremos sempre atentos e vigiando para que o inimigo não nos pegue jamais desprevenidos. 
  
    Buscando conservar a minha fé, batalhando por ela, para que o sacrifício de Cristo por mim não seja em vão. 
  
Sidone Gouveia

4 comentários:

  1. BAIXEI O LIVRO PARA LÊ-LO COM CALMA. MUITO BOM SEU TRABALHO. DEUS CONTINUE ABENÇOANDO A SUA VIDA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém irmã Ilma! Obrigado pelas palavras de encorajamento!

      Excluir
  2. procurando edificação para a minha alma, decidi ler esse livro. vi logo essa frase, que me despertou, porque em algum momento da vida, devido a rotina do dia a dia, perdi a noção da batalha espiritual e tudo começou a perder importância. Mas lendo esta exposição, já me lembrei da motivo da minha batalha. fé.

    ResponderExcluir